Santa Teresa Benedita da Cruz, virgem e mártir (†1942).

Edith Stein nasceu na cidade de Breslau, Alemanha, no dia 12 de outubro de 1891, em uma próspera família de judeus.

Converteu-se e foi batizada em 1922, após ler a autobiografia de santa Teresa d’Ávila. Pouco tempo depois sua irmã Rosa se converteu e foi batizadafoi batizada, passando a fazer parte da Santa Igreja.

Em 1934, Edith tomou o hábito das carmelitas e o nome religioso de Teresa Benedita da Cruz.

Durante a Segunda Guerra Mundial, em agosto de 1942, dois oficiais nazistas levaram Edith e sua irmã (que também tornou-se religiosa) do Carmelo de Echt, na Holanda, para o campo de Westerbork.

Lá, Edith Stein, procurava consolar os mais aflitos, levantar o ânimo dos abatidos e cuidar, do melhor modo possível, das crianças. Suportando com doçura, paciência e conformidade a vontade de Deus, seu intenso sofrimento, e dos demais.

No dia 9 de agosto de 1942, Edith Stein e Rosa foram mortas na câmara de gás e tiveram seus corpos queimados com centenas de homens, mulheres e crianças no campo de extermínio de Auschwitz-Birkenau.

A irmã carmelita Teresa Benedita da Cruz foi canonizada em Roma, em 1998, pelo papa João Paulo II. No ano seguinte, o mesmo sumo pontífice declarou santa Edith Stein, “co-Padroeira da Europa”, junto com Santa Brígida e santa Catarina de Sena.

Fonte:
Paulinas

 

Veja:

Fulgor no Tabor, a Transfiguração

Mons. João Clá

Um mundo do outro lado do mundo I

História oriental

 

 

 

O Santo de Hoje

Deixe o seu comentário.

%d blogueiros gostam disto: