Helen e sua neta Maria, de 5 anos, voltavam conversando da Missa matutina pelas ruas de uma cidade do interior do Brasil, quando de repente a menina para e fica olhando para a frente com os olhos bem abertos e atentos.

Maria, por que parou? Vamos minha filha! – disse a avó.

Mas a menina nada respondia, permanecendo na mesma atitude como se a avó não estivesse lá…

Em vão, Helen tentou fazer com que a neta se movesse, mas ela não cedia… Passado alguns instantes, a uns trinta metros de onde se encontravam, ouve-se um grande estrondo: um desmoronamento de um enorme muro que destroçou três carros que estavam próximos a ele!

Helen exclamou:

Minha Nossa Senhora! Se tivéssemos continuado a andar estaríamos debaixo dos escombros agora!

E voltando-se para Maria, que havia ficado “normal” novamente, perguntou:

Por que você parou de repente, minha filha?

Respondeu a menina:

Vovó, apareceu um homem muito bonito e luminoso, na minha frente, que me mandou esperar um pouquinho…

Caros leitores, todos nós temos ao nosso lado esse “homem luminoso” a nos proteger. Trata-se de nosso Anjo da Guarda. Lembremo-nos dele, pois ele nunca se esquece de nós.

El Ángel de la Guarda - Pierre de Cortone
El Ángel de la Guarda – Pierre de Cortone
Maria, por que parou? Vamos minha filha!
Classificado como:                                                        

2 ideias sobre “Maria, por que parou? Vamos minha filha!

  • 26 setembro, 2014 em 12:04
    Permalink

    Gostaria de saber se existe algum livro que fale mais especificamente sobre os Anjos da Guarda. Gostei do post, seria interessante mais fatos sobre os Anjos, eles são muito esquecidos hoje em dia…

    Resposta
    • 29 setembro, 2014 em 10:30
      Permalink

      Salve Maria!

      Há um livro interessante que trata sobre a ação dos Anjos da Guarda: “A Força dos Anjos” – autor – Joan Wester Anderson

      Resposta

Deixe o seu comentário.