Caríssimos Leitores,

Salve Maria!

A Santa Madre Igreja comemora hoje: São Jerônimo, presbítero e Doutor da Igreja; São Francisco de Borja, presbítero.

Para nossa meditação de hoje, tomemos o trecho: “[..] aquele que entre todos vós for o menor, esse é o maior.”

Evidentemente o Divino Mestre, Nosso Senhor Jesus Cristo, não está Se referindo ao tamanho físico. Cabe lembrar que “pequeno” é empregado no sentido de inocente – sem mancha; sem maldade.

Os discípulos discutiam quem dentre eles seria o maior.

Que ensinamento podemos tirar deste fato narrado na Sagrada Escritura?

“Não estou num conjunto discutindo quem será o maior?” – pode pensar alguém, e pode até ser. Mas mesmo sem o desejo de autoridade, sem querer ser o maior, o primeiro, as santíssimas palavras de Nosso Senhor a nós se podem aplicar: “aquele que entre todos vós for o menor, esse é o maior.”

Caro leitor, peçamos hoje a Nossa Senhora, sempre sermos inocentes, “crianças”, sem mancha e, assim, aos olhos daquele que é a Inocência, sejamos os grandes pequeninos!

Veja aqui a Liturgia do dia

O “grande pequenino”.

Deixe o seu comentário.

%d blogueiros gostam disto: