Nossa Senhora de Lourdes

Situada no coração dos Pirinéus, a cidade de Lourdes acolhe anualmente cerca de 5 milhões de visitantes provenientes de todo o mundo.

Lourdes_FR_6

Sua espiritualidade está ligada a história, é muito presente na beleza do local, nos marcos do passado.

Até o dia 11 de fevereiro de 1858, Lourdes era um pequeno vilarejo.

Foi neste dia que a pequena bernadette sourbirou presenciou a aparição de nossa senhora na margem do rio Gave.
Logo após a revolução francesa, Lourdes se transformou numa cidadezinha agradável e em meados do século 18, sua população era estimada em pouco mais de quatro mil habitantes.
A intenção de Nossa Senhora em Lourdes é especialmente de produzir milagres espirituais, que levam as almas para o Céu, da aceitação da dor e até da derrota.
Quase 30 mil pessoas precisam ser transportadas em veículos especialmente preparados.

Até que em 1858 um fato mudaria para sempre a história deste vilarejo e especialmente de uma pequena jovem que viveu momentos muito dificeis em sua vida.

Em 11 de fevereiro daquele ano, Bernadete Soubirous, sua irmã Toinette e uma amiga, Jeanne Abadie foram buscar madeira numa caverna chamada Massabielle.

Enquanto Toinette e Jeane recolhiam a madeira, Bernadette ouviu um ruído, como se fosse um golpe de vento.

Lourdes_-Gruta-_FR_2

Quando levantou a cabeça, viu uma senhora vestida de branco no topo de uma pedra.

Depois deste breve histórico sobre a cidade de Lourdes e as aparições de nossa senhora, aprendemos que estes acontecimentos são ricos em ensinamento e um deles, é o respeito do sofrimento.

É por meio das doenças e das provações espirituais que a pessoa se santifica e quem não compreende o papel do sofrimento e da dor para operar nas almas o desapego, o amor de deus e a regeneração, não compreende absolutamente nada e é por esta forma que as almas se santificam.

São dezenas, centenas de pessoas que anualmente buscam a cura para sua enfermidade ou de um parente.

Estes casos mostram claramente a intenção de Nossa Senhora nas curas de Lourdes.

Suas aparições não aconteceram para curar os corpos que padecem e sim, as almas.


Há quem possa dizer que é muito difícil aceitar tanto sofrimento mas devemos nos lembrar sempre que não houve, em toda a história do mundo, sofrimento maior do

0390_Lourdes

que o de Jesus no horto das oliveiras que mesmo se deparando com toda a situação que iria viver daquele momento até a sua cruxificação, não

esmureceu um só instante e diz a deus: se for possível, afaste-se de mim este cálice mas, seja feita a vossa vontade e não a minha.

Desde as primeiras peregrinações anuais feitas por trem que começaram em 1875 organizadas pelos padres assuncionistas, começou uma tradição nas regiões da europa e de outros paises, em levar a Lourdes grupos cada vez mais numerosos de doentes e pessoas incapacitadas.

São cerca de 500 trens especiais levam cerca de 300 mil peregrinos sendo a maioria doentes.

Deixe o seu comentário.