——— -:- ———

 

Exortações à Vida Interior

 

Caríssimos leitores, continuemos nossas postagens da seção “Exortações à Vida Interior”. Vejamos mais um trecho dos preciosos conselhos da “Imitação de Cristo”.

 

Quem ama a Deus, voa, corre, vive alegre, é livre e sem embaraço. Dá tudo por tudo e possui tudo em todas as coisas, porque sobre todas as coisas descansa no Sumo Bem, do qual dimanam e procedem todos os bens. Não olha para as dádivas, mas eleva-se acima de todos os bens até Àquele que os concede. O amor muitas vezes não conhece limites, mas seu ardor excede a toda medida. O amor não sente peso, não faz caso das fadigas e quer empreender mais do que pode; não se escusa com a impossibilidade, pois tudo lhe parece lícito e possível. Por isso de tudo é capaz e realiza obras, enquanto o que não ama desfalece e cai.

 

O amor vigia sempre, e até no sono não dorme. Nenhuma fadiga o cansa nenhum temor o assusta, mas qual viva chama a ardente labareda irrompe para o alto e passa avante. Só quem ama a deus compreende o que é amar. Bem alto soa aos uvidos de Deus o afeto da alma que diz: Meu Deus, meu amor! Vós sois todo meu, e eu todo vosso!

 

Ver:

Sobre a “Imitação de Cristo”
Exortações à Vida Interior 3

Deixe o seu comentário.

%d blogueiros gostam disto: